Saiba mais dos investimentos do Governo Federal em várias áreas por todo o País

0
302

. Estradas, ferrovias e portos brasileiros recebem, há 900 dias, investimentos em melhorias e modernização. Leilões, finalização de obras e busca por investimentos fortalecem a infraestrutura no Brasil (SEGUE);

1. SISTEMA RODOVIÁRIO / o Governo do Brasil concluiu obras paradas há anos e melhora condições das rodovias brasileiras:

– Inauguração da ponte do Abunã, sobre o Rio Madeira, encerrou encerrou o ciclo de isolamento entre Acre e o restante do país;
– Inauguração da ponte do rio Parnaíba beneficiou agronegócios e população, em todo país.
– Trechos rodoviários são duplicados ou restaurados e novas obras seguem semanalmente
– INOV@BR: aproximadamente R$10 bilhões em investimentos e cerca de 90 mil empregos diretos e indiretos.

DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

2. SISTEMA AÉREO / Programa Federal de concessão de aeroportos atrai investidores e consegue R$ 6,1 bilhões em investimentos:

– Leilão marcou a concessão de 22 aeroportos brasileiros;
– Arrecadação em outorgas chegou a R$3,3 bilhões.

Aviação do Brasil

3. SISTEMA FERROVIÁRIO / Com leilão e medidas federais, ferrovias voltam a se destacar e barateiam custos do transporte de carga:

– Leilão da ferrovia de integração Oeste-Leste (FIOL): R$3,3 bilhões em investimentos;
– Inauguração do trecho da ferrovia Norte-Sul, entre Goiás e São Paulo, interligando as 5 regiões do país;
– Volume de cargas transportadas por ferrovias aumentou 5% em abril;
– Transporte de açúcar e carvão mineral cresceu 20% e 18%.

Ministério da Infraestrutura

SISTEMA PORTUÁRIO / leilões de concessões e modernização de instalações ampliam força dos portos do Brasil:
-R$611,9 milhões em investimentos garantidos com leilões de 5 terminais portuários;
-Arrecadação aproximada de R$216,3 milhões em outorgas;
-Regulamentada a Lei dos Portos;
-Volume de carga movimentada em portos cresceu 10,5% no 1o trimestre.

Portos do Brasil

GIGANTES DO ASFALTO / lançamento do programa melhor condições de vida e de trabalho dos caminhoneiros:

– Regulamentação de serviços;
– Revisão e elaboração de instrumentos para melhorar a prestação de serviços e reduzir burocracias;
– 36 pontos de parada e descanso (PPD) para profissionais do transporte rodoviário de cargas e de passageiros criados em 11 estados;
– Mudança na forma de pesagem de cargas.

SecomVc

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui